Saiba como fugir do golpe do FGTS no WhatsApp e no e-mail

Saiba como fugir do golpe do FGTS no WhatsApp e no e-mail

Compartilhar:

Desde que a Caixa anunciou a liberação de até R$ 500 das contas do fundo, golpistas estão agindo

Quem se animou com a liberação parcial do saldo das contas do FGTS, prevista para setembro, tem agora um motivo para se preocupar.

Desde o final de julho, circulam nas redes mensagens falsas atribuídas à Caixa ou ao governo e cujo intuito é roubar dados dos usuários.

O conteúdo, que é enviado via WhatsApp, SMS ou e-mail, tem promessas como saque imediato do FGTS ou, ainda,traz avisos de que o usuário tem mais de duas contas para serem sacadas e que, por isso, o sistema unificou o saldo de ambas.

Ao clicar nos links indicados, na maioria dos casos, o usuário tem os dados de acesso à Caixa roubados.

Exemplo de e-mail fraudulento com golpe do FGTS: quem cai na armadilha pode ter dados roubados

Os criminosos usam os dados para acessar o Cartão Cidadão e, assim, poder alterar o endereço do beneficiário e, por exemplo, solicitar um novo cartão, que vai para a casa do fraudador.

No caso do email fraudulento, o usuário é levado a baixar um arquivo que contém um vírus, que rouba dados bancários.

Emílio Simoni, diretor da dfndr lab, área de segurança da PSafe, empresa de proteção virtual e privacidade mobile, diz que quem caiu no golpe precisa ter cuidado.

“Entre em contato com a Caixa, informe o ocorrido e rode no computador ou aparelho a verificação completa do antivírus”, orienta.

Ele também explica que quem já foi vítima de fraude deve acionar o serviço de telefonia.

“Nesse caso, será preciso pedir a retirada do número de celular da base de dados dos criminosos.”

A Caixa Econômica Federal informa que não envia links nem pede confirmações de dados ou acesso à conta por e-mail, SMS ou WhatsApp.

Para informações seguras sobre seu FGTS, o trabalhador deve acessar o aplicativo FGTS ou o site fgts.caixa.gov.br.

Liberação do Fundo de Garantia | Fuja dos golpes

  • Desde que o governo anunciou, em julho, a liberação do saque parcial das contas ativas e inativas do FGTS, começaram a circular nas redes sociais diversos tipos de golpes
  • A maioria deles ocorre via WhatsApp, mas também há registros de fraudes por SMS (mensagem de texto) e por e-mail

Como funciona?

  • Geralmente, o golpista se passa pela Caixa Econômica Federal, gestora do Fundo de Garantia, pelo Ministério da Economia ou pelo Ministério do Trabalho.
  • Promessas falsas de saque imediato do dinheiro e consulta ao fundo são frequentes, mas a grana só começa a ser liberada em dezembro.
  • Perguntas como “Deseja sacar todo seu FGTS?” e solicitação de senhas também são recorrentes.
  • Na maioria dos casos, os criminosos roubam as credenciais de acesso à Caixa para ter dados do Cartão Cidadão.
  • Com isso, dá para alterar o endereço do usuário, por exemplo, e solicitar um cartão novo, que irá para a casa do fraudador.
  • O email fraudulento pede para o usuário baixar um link, com um vírus que rouba credenciais bancárias.

Como evitar?

1 – Não clique – Nunca dê um clique em links enviados por remetentes que você não conheça

2 – Verifique a veracidade do link – Também não clique em links que pareçam estranhos, como os endereços com muitos caracteres e números e mensagens com erros de português, entre outros

3 – Não forneça dados – Nunca forneça senhas ou informações pessoais

4 – Tenha um antivírus – É primordial instalar um programa de antivírus no celular, além do computador

Saiba quando é permitido usar o FGTS

O FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) foi criado para servir como uma proteção ao trabalhador em caso de demissão sem justa causa, conforme explicação da Caixa Econômica Federal. Além de situações de demissão sem justa causa, o dinheiro do FGTS pode ser acessado por outras forma.

Orientações da Caixa

  • A Caixa informa que não envia links e não pede confirmação de dispositivos ou acesso à conta por email, SMS ou WhatsApp.
  • Para que o trabalhador consiga informações seguras sobre sua conta do FGTS e procedimentos sobre o saque, ele pode acessar o aplicativo FGTS ou o endereço fgts.caixa.gov.br.
  • Quem ficar com dúvidas pode ainda entrar em contato pelo telefone 0800-7260207.

Correntista da Caixa pode antecipar saque do FGTS

Além dos poupadores da Caixa, os trabalhadores que possuem conta-corrente no banco aberta até 24 de julho deste ano poderão antecipar os saques de até R$ 500 das suas contas de FGTS.

Os correntistas que optarem até o dia 25 de agosto pelo crédito do valor do chamado saque imediato nas suas contas da Caixa receberão o crédito de acordo com o mesmo calendário previsto para os créditos para titulares de contas-poupança, que serão depositados em três lotes distribuídos entre os dias 13 de setembro e 9 de outubro.

Quem pedir o saque após o dia 25 receberá o crédito na conta indicada a partir de 12 datas distribuídas entre 18 de outubro deste ano e 6 de março de 2020. (CC)

https://agora.folha.uol.com.br

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *